janeiro 25, 2010

Eu, narcisa, no Solda, http://cartunistasolda.blogspot.com/

Amigo é pra essas coisas...

Esse auto retrato , de '81, portanto aos 26 anos, com minha Pentax SPII, primeira câmera, que me acompanhou por muitos anos.



14 comentários:

Eduardo P.L disse...

Tenho uma igual! Sem a sua capacidade de olhar, ver e fotografar, claro!!! Uma gatinha!

João Menéres disse...

Concordo em tudo com o Eduardo (só nunca tive a APSPII !!!).

Um beijo.

Marta disse...

...que linda, Lina!!!!!

Luiz Vita disse...

Linda, of course. Falo da máquina foográfica... rsrsrs

peri s.c. disse...

A minha Spotmatic SPII está no armário aqui do meu lado, meio empoeirada, meio enferrujada, mas me acompanhou por uns 20 anos, uma brava e bela companheira. Financiada em 3 vezes, que paguei com meus primeiros salários de estagiário .
Saudades daqueles tempos.

Lina Faria disse...

Peri,
a minha também comprei em vezes.
fiquei a tarde inteira pensando que fim levou.
me acompanhou tb muito tempo.

Marcelo Amorim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo Amorim disse...

Lina, arrisco dizer que essa foto é um dos mais belos auto-retratos que já se fez. Digo "arrisco" porque não vi muitos, mas mesmo que só tivesse visto esse, ainda assim eu correria o risco de afirmar que essa foto é um dos mais belos auto-retratos que já se fez.

Lina Faria disse...

Obrigada a todos pelos lisonjos comentários.

Montezuma disse...

Só hoje lhe vejo e conheço a sua ex-Pentax. Sei o quanto representou para as suas descobertas. Não entro em clima de necrológio. Prefiro um comentário mais discreto, discretíssimo: como era meiga e até misteriosa essa menina de Nova Esperança!..
Conserve um tanto daquele ciclo. Faz bem. E viva, o quanto puder, descobrindo e redescobrindo. Na arte cênica e no dia-a-dia, em casa e na rua.

Montezuma disse...

Só hoje lhe vejo e conheço a sua ex-Pentax. Sei o quanto representou para as suas descobertas. Não entro em clima de necrológio. Prefiro um comentário mais discreto, discretíssimo: como era meiga e até misteriosa essa menina de Nova Esperança!..
Conserve um tanto daquele ciclo. Faz bem. E viva, o quanto puder, descobrindo e redescobrindo. Na arte cênica e no dia-a-dia, em casa e na rua.

Montezuma disse...

Perdão pelo repeteco. São as modernas tecnologias. Somos aprendizes.

Benett disse...

eu pegava, hehe...

Lina Faria disse...

Ô, caro Monte, vocês fazem parte de um periodo saudoso da minha vida. Valeu!


Ôoooo, Benett, vocês cartunistas, hem? todos escrotinhos. no bom sentido, é claro. hehehe...

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Sou fotógrafa e curiosa. Vivo na cidade de Curitiba e gosto de olhar e documentar a relação das pessoas com os espaços em geral. Levo isso ao pé da letra, quando fotografo as ruas e sua ocupação desordenada. Também nos interiores das submoradias, longe de qualquer padrão de ordem mas com um sentido de segurança, mesmo que penduradas e vulneráveis à primeira chuva. Mas tudo isso tendo como compromisso a beleza, a harmonia. Mesmo na realidade de uma favela, resgatar a dignidade através do belo é o que me interessa. Gosto também, e muito, de design e arquitetura. Da social à contemporânea, o gosto pelo ocupar me interessa. contato: linafaria@yahoo.com.br
Todos os direitos reservados à autora.
Fotos podem ser copiadas desde que com menção à fotógrafa e sem fins comerciais.

Desafio de março

Desafio de março

Minha lista de blogs

Seguidores

Arquivo do blog

em foco