janeiro 17, 2010

"nunca deve-se complicar o que pode ser simples"






Após, ou entre, um mergulho e outro em lembranças, pesar, respeito, solidariedade e compaixão às vitimas que assistem a natureza retomando seus espaços, como que repelindo os homens do planeta, retomo à calmaria de Superagui.
Lá há também uma retomada lenta e gradual das águas avançando a pequena colônia.
Nada que faça a população mudar sua rotina.
Há, por exemplo, a sorveteria que já foi condenada e dado um prazo para que não seja mais usada, mas resiste até o último segundo..
Há outras alegorias, mais de cores que de forma, que ocupam desordenadamente os espaços do pequeno vilarejo.
Encontram-se muitas mondriânicas telas, nos sinuosos caminhos que traçam o núcleo.
É o modo singelo de viver bem, pois, "nunca deve-se complicar o que pode ser simples". Zilda Arns

6 comentários:

(l' excessive) disse...

E essa simplicidade tem tanta beleza...

João Menéres disse...

LINA FARIA

Espectaculares as tuas postagens de hoje!
Então a 3ª a contar de cima é, para mim, um encanto!
Mas estão todas óptimas com as cores bem saturadas!

Um beijo.

Montezuma disse...

Lina, tu conhece Maringá e o noroeste do Paraná. Ali a gente ainda encontra essas casas com pintura tradicional, caracterizadas por janelas com cortinas. Outro dia, visitando o Alto Rio Juruá (17º maior rio do mundo), lá nos confins do Acre, deparei com casinhas bem pintadas e com janelas abertas, bem apropriadas ao mormaço da região. Comparo as duas regiões e essas casas que agora vejo neste belo blog. Como é bonita a simplicidade, né?

Lina Faria disse...

Liz, essa estética do acaso mora na simplicidade.

Obrigada, João. Que bom receber sua opinião.O povo da ilha onde foram feitas as fotos, tem um senso apurado com cores.

Monte,
ano passado viajei todo o Paraná e interior para a companhia de habitação estadual. Tudo muito mudado. Tenha a certeza.
Mas ainda há o belo entre qualquer situação.

Anônimo disse...

Genial!!
Beijo
Iara

Anônimo disse...

que imagens lindas Lina!
the best!
bjk
dóris

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Sou fotógrafa e curiosa. Vivo na cidade de Curitiba e gosto de olhar e documentar a relação das pessoas com os espaços em geral. Levo isso ao pé da letra, quando fotografo as ruas e sua ocupação desordenada. Também nos interiores das submoradias, longe de qualquer padrão de ordem mas com um sentido de segurança, mesmo que penduradas e vulneráveis à primeira chuva. Mas tudo isso tendo como compromisso a beleza, a harmonia. Mesmo na realidade de uma favela, resgatar a dignidade através do belo é o que me interessa. Gosto também, e muito, de design e arquitetura. Da social à contemporânea, o gosto pelo ocupar me interessa. contato: linafaria@yahoo.com.br
Todos os direitos reservados à autora.
Fotos podem ser copiadas desde que com menção à fotógrafa e sem fins comerciais.

Desafio de março

Desafio de março

Minha lista de blogs

Seguidores

Arquivo do blog

em foco