março 14, 2010

Orquestra Sinfônica de Antonina , Barreado , tudo Serra Acima

Acima, o historiador Vitamina conferindo e aprovando o Barreado.
Abaixo, Dante e Jaime Lechinski.
Mais abaixo, a moça da Bernúncia , Maí e Maria Ester,
mais Vinicius Alves entre as mulheres.

Geralmente evito de postar aqui fotos de pessoas em eventos, pelo blog ser sobre a cidade, mas não só para a cidade.
Mas em lançamento de alguns livros, exposições, shows, peças de amigos, etc..., a simbiose gente & cidade supera qualquer lugar comum.
Foi o que aconteceu nessa semana recheada de boas e más emoções que o mundo dos cartunistas viveu. *( sei, sou fotógrafa não cartunista, mas desde que voltei a Curitiba há
oito anos, convivo mais com eles que com fotógrafos. É que meus antigos amigos fotógrafos não vão a muitos lugares.)
Começou com a reedição do trabalho do Solda que sai das salas convencionais de museus e galerias, e vai para o bar, só prá rever com os amigos o "Solda vê TV".
Todas as tribo reunidas. "Gente boa da melhor qualidade", como diz o próprio.
A noite foi de graça mas eu pagaria prá rir com o Solda e suas elegantes e hilárias TVs.
Postei algumas pequenas fotos à direita.
Já ontem no belo Passeio Público, quase as mesmas pessoas, mais entidades curitibanas que só saem de casa quando há sol por aqui, coisa rara, mataram a saudade das pessoas e do espaço que já foi a "praia curitibana".
O motivo era o lançamento do livro do Dante Mendonça, Serra abaixo, Serra acima, da editora Bernúncia.
O Passeio é bonito e as pessoas estavam felizes.
Como o Dante, antes de escritor, é um grande cartunista, estavam todos da literatura e do traço alegre por lá.
Inevitável não se falar do Laerte.
Cada um com sua história.
Solda contou que estava em casa acidentado, - o Solda tem mais de sete vidas. Já usou umas tantas - quando chegam de supetão Chico Caruso, Glauco e Laerte.
Ele todo quebrado quase morreu e matou de rir os outros.
Essa também eu pagaria pra ver.

5 comentários:

Eduardo P.L disse...

Inevitável não se falar do Glauco!
Um blog que fala da cidade não estará se exprimindo corretamente se não falar de sua gente!
A sua
CALÚNIA SOCIAL ficou ótima!

Lina Faria disse...

Obrigada pelo comentário, Eduardo.
Acabei mudando o titulo o título..

Don Suelda disse...

Lina Faria:

Muchas gracias por tudo.
Nossa quadrilha é perfeita.

Solda

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lina Faria disse...

Aviso aos navegantes:
Caros, não censuro nenhum comentário. Mas quando é anônimo a fala de terceiros, eu tiro.
Desculpas...posso até concordar, mas anônimamente, não dá.
obrigada.

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Sou fotógrafa e curiosa. Vivo na cidade de Curitiba e gosto de olhar e documentar a relação das pessoas com os espaços em geral. Levo isso ao pé da letra, quando fotografo as ruas e sua ocupação desordenada. Também nos interiores das submoradias, longe de qualquer padrão de ordem mas com um sentido de segurança, mesmo que penduradas e vulneráveis à primeira chuva. Mas tudo isso tendo como compromisso a beleza, a harmonia. Mesmo na realidade de uma favela, resgatar a dignidade através do belo é o que me interessa. Gosto também, e muito, de design e arquitetura. Da social à contemporânea, o gosto pelo ocupar me interessa. contato: linafaria@yahoo.com.br
Todos os direitos reservados à autora.
Fotos podem ser copiadas desde que com menção à fotógrafa e sem fins comerciais.

Desafio de março

Desafio de março

Minha lista de blogs

Seguidores

Arquivo do blog

em foco