novembro 14, 2010









F_R_A_G_A


"Quando o centro da cidade morre, cada cruzamento reúne um banco, uma lanchonete, uma farmácia e uma loteca. São as lápides típicas."












3 comentários:

Zaclis Veiga disse...

mas aqui há uma mistura de morte e vida... ou seria a carroça elemento em agonia dentro da cidade?

Lina Faria disse...

Minha leitura é essa, querida Zaclis.
Quando o pangaré cai no centro, enfrentando o barulho e risco, sem água ou alimento, está a um pé da 'lápide'.

maggieisfiercefamineuncontrolledbeatchwholovesswedishyoungprostituteinthekarelianlakeílitlanorðurhlutabæjarins disse...

отличные снимки,

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Sou fotógrafa e curiosa. Vivo na cidade de Curitiba e gosto de olhar e documentar a relação das pessoas com os espaços em geral. Levo isso ao pé da letra, quando fotografo as ruas e sua ocupação desordenada. Também nos interiores das submoradias, longe de qualquer padrão de ordem mas com um sentido de segurança, mesmo que penduradas e vulneráveis à primeira chuva. Mas tudo isso tendo como compromisso a beleza, a harmonia. Mesmo na realidade de uma favela, resgatar a dignidade através do belo é o que me interessa. Gosto também, e muito, de design e arquitetura. Da social à contemporânea, o gosto pelo ocupar me interessa. contato: linafaria@yahoo.com.br
Todos os direitos reservados à autora.
Fotos podem ser copiadas desde que com menção à fotógrafa e sem fins comerciais.

Desafio de março

Desafio de março

Minha lista de blogs

Seguidores

Arquivo do blog

em foco