dezembro 09, 2010












NATALINAS











Gente, andei sumida deixando uma onomatopéia pueril, sem mais.
É que eu estava montando essa árvore como suporte para meus espelhinhos de bolso.
Estão lá, no elegante
Solar do Rosário, de Regina Casilo.
São fotografias de fragmentos da cidade, usadas como arte aplicada: espelhos de bolso.










Antigamente os homens usavam espelhos de algibeira, junto ao pente e ao lenço.
No verso do espelho, fotos de mulheres nuas, seios de fora, ou santos, flores, bichinhos domésticos, conforme o gosto do usuário.
Hoje, no chamado Brasil profundo, ainda encontra-se para vender em mercados populares, mas sempre com paisagens de péssimo gosto e péssima impressão.
Cada vez mais raro de se achar,
um amigo me trouxe de Manaus algumas delas.

Exponho agora os 50 ultimos exemplares, como suporte de fotos da cidade.
Fragmentos do cotidiano, fotografias quase sempre inéditas ou publicadas aqui no blog, uma chance de levar, ou dar de presente, um trabalho de autor a preço razoável.
Pronto, vendi meu peixe!
Depois falo mais!

Ah, a árvore de fotografias está na Livraria do Solar do Rosário, no Setor Histórico da cidade.
















6 comentários:

Anônimo disse...

Que lindo, Adorei! A ideia da sombrinha é ótima tbm.

Abraço

Lina Faria disse...

E eu já não gosto de uma sombrinha...
Apareça lá, anônimo!

claudio boczon disse...

ah! tivesse eu cabelo para pentear ou barba para cofiar...

...sempre um espelho viria a calhar.

Muito bacana a ideia, Lina. Tomara que seja um sucesso.

Lina Faria disse...

Ora, Boc,

É sempre bom conferir o visú.

O famoso "espelho, espelho meu...".

san disse...

Curti, woman. Espelho espelho seu, guarda-chuvas do amor, fitas & fotos, cores, um chuá.
Talvez eu vá lá, disfarçada de Maria Polenta, bem discreta.

Bocz, como sempre, show.
Viu as photôs da polaca que ele me mandou? Wow!

Lina Faria disse...

San,
Ví as fotinhos lindas da polaca do Boc em seu blog.
Ah, vai lá na lujinha, vai!

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Sou fotógrafa e curiosa. Vivo na cidade de Curitiba e gosto de olhar e documentar a relação das pessoas com os espaços em geral. Levo isso ao pé da letra, quando fotografo as ruas e sua ocupação desordenada. Também nos interiores das submoradias, longe de qualquer padrão de ordem mas com um sentido de segurança, mesmo que penduradas e vulneráveis à primeira chuva. Mas tudo isso tendo como compromisso a beleza, a harmonia. Mesmo na realidade de uma favela, resgatar a dignidade através do belo é o que me interessa. Gosto também, e muito, de design e arquitetura. Da social à contemporânea, o gosto pelo ocupar me interessa. contato: linafaria@yahoo.com.br
Todos os direitos reservados à autora.
Fotos podem ser copiadas desde que com menção à fotógrafa e sem fins comerciais.

Desafio de março

Desafio de março

Minha lista de blogs

Seguidores

Arquivo do blog

em foco